terça-feira, 19 de julho de 2011


Desisti de tudo aquilo que me deixou perdida nesta zona cinzenta entre o sonho e o despertar.
Nesse lugar em que nada se realiza, mas tudo é possível: e são apenas possibilidades...

Estou tão cansada... Cansada de andar por entre minhas crenças e o teu respeito.
Cansada de caminhar por entre tuas hesitações espinhosas que me feriram incontáveis vezes...
Ah! Como acreditei, nas madrugadas insones, em que tu virias quando eu ainda te amava...

Andei tanto, por tantos mundos de tantas fantasias...
Foram tantas as trilhas, traçadas com lápis de grafite, á espera das cores que nunca vieram - aguarela que nunca pintou um quadro nosso.

Á espera pelo teu amor, sem saber se o teria ... não trouxe sabor, muito menos cor, à minha vida.

Tudo ficou para um depois muito distante, que pode nunca acontecer, e a dúvida quando se demora num coração torna a esperança insepulta, aumentando, inconsequente, a sofreguidão...

Impreciso o teu amor por mim, já não preciso mais dele.
Hoje, deixo tão somente contigo, em teu nome, toda a incerteza.

4 comentários:

Humor Para Todos disse...

Adorei. Me tocou muito essa sua postagem :D

Lua disse...

Lindíssimo!
Sinto tantas vezes isso!
Um grande beijinho e força!

reflexão disse...

A realidade é uma oportunidade de fazer a diferença na vida de alguém!

Jaison Santana disse...

Muito forte! Fiquei um pouco angustiado ao ler... Parece que você depositou toda a sua alma quando a escrevia.